A contabilidade na Penha e o seu perfil de liderança: PARTE 1

A contabilidade na Penha fornece dados estratégicos nos quais você pode concluir o seu perfil de liderança com os seus funcionários

Se você acha que é a melhor pessoa que pode falar sobre você como um profissional à frente da sua equipe, saiba que está enganado. Com uma visão extremamente intimista, a tendência é que você, dentro da sua perspectiva, seja imparcial. Bem como as opiniões de seus liderados que, mesmo olhando de fora, analisarão de acordo com o seu relacionamento e suas visões particulares. Para as definições que a empresa precisa, é ideal que você tenha consigo o auxílio de uma contabilidade na Penha.

A contabilidade na Penha trabalha diretamente com números e são exatamente os números que falam sobre a perspectiva da liderança direcionada a empresa. A contabilidade na Penha traça a perspectiva da liderança dentro de um conceito integral do negócio, e como o comando tem influência no fator motivação e desempenho com um todo no empreendimento é importante que os números sejam levantados pela contabilidade na Penha.

Por isso mesmo, o artigo mostra, além da importância da contabilidade na Penha em perspectivas que nem imaginamos, tabém os modelos de liderança para você ver qual mais se enquadra com o seu, ou os fatores que você precisa mudar ou manter de acordo com o perfil da sua empresa e dos seus liderados.

É válido informar, também, que esse primeiro texto tem apenas três perfis de liderança, mas ele será o primeiro de uma série, a fim de não deixar o artigo muito extenso. Então, a ideia é que você leia e logo procure uma contabilidade na Penha para se inteirar sobre o assunto.

Partindo disso, esse artigo tem como finalidade demonstrar o perfil de cada líder. E se você está curioso em saber qual é o seu, procure uma contabilidade na Penha. Mas lembre-se, esse texto ainda o primeiro de uma série, logo, outros perfis ainda serão demonstrados.

O Chefe

Nesse artigo você verá muitos exemplos de líderes, que conceituam suas ações em ser cooperativo com os seus funcionários, porém, iniciamos o texto com a tradicional figura do chefe. O clássico mandão e autoritário de forma gratuita, que não representa a ideia de chefia na prática majoritária, mas, sim, reflete a caricatura do chefe turrão.

No fundo, no fundo, a postura do chefe é uma crosta que ele usa para se defender das ameaças do seu cargo.

Devido a sua postura, os chefes dificilmente ganham os funcionários para si, partindo da tradicional linha tênue entre o medo e o respeito. Com uma postura agressiva verbalmente, o chefe tende a ser mais temido do que respeitado.

Se podemos enxergar algum benefício no chefe turrão, é que ele será soberano em suas decisões, já que terá poucas objeções. Porém, o benefício é individual, que reflete o próprio individualismo do chefe clássico que ignora completamente o senso coletivo da empresa.

Líder consensual 

O avesso do chefe tradicional, já que ao invés de afastar os seus liderados, quer trazê-los para si. Geralmente é cativante e boa praça – mas precisa tomar cuidado para não soar a sua postura forçada.

Quando existe alguma problemática, o líder consensual é democrático e busca agregar toda a sua equipe. Porém, essa democracia tem o seu ônus quando se trata de lidar com funcionários que não gostam de ter suas vontades contrariadas. Por isso, a falta de pulso do líder consensual pode fazer com que ele perca a mão da sua equipe.

Chefe Autoritário 

Quem acha que o chefe autoritário é a mesma coisa que o tradicional, só pelo próprio autoritarismo, está enganado. Muito além do que a postura, está a finalidade da postura, que no caso do tradicional é a sua imagem  individualista e no autoritário é o desempenho da empresa.

O chefe autoritário é geralmente muito competente, mas não possui senso coletivo, sendo assim, o seu trato com os liderados não é eficaz, além dele não deixar o espaço aberto para feddbacks e crescimento integral com a sua equipe.

A única coisa que segura o líder autoritário é o reflexo da sua competência profissional, os resultados. Mesmo assim, sem ter a equipe na mão, o esforço depositado para se alcançar resultados é triplicado.

Bem, ainda temos uma série de líderes para apresentar como o líder paternal, marcador de ritmo, treinador, centralizados, liberal etc. Acompanhe os nossos artigos e busque correndo uma contabilidade na Penha para traçar o perfil da sua liderança para que, se preciso for, você adeque a sua forma de trabalhar de acordo com a sua equipe, mercado e demais circunstâncias.

Facebook Twitter Google+ linkedin email More